7 Dicas para Você Não Errar na Compra de um Carro Usado

Quais procedimentos são importantes para que a sua vontade de adquirir um veículo usado, não se torne um problema?

Nem sempre é possível comprar um carro 0 km e é nesse momento avaliando o valor que você tem disponível para a compra de um veículo, que a busca por modelos usados se torna a melhor alternativa.

Anúncios

Para que a compra do carro de segunda mão se torne uma boa solução, é preciso atenção a detalhes importantes e por isso vamos dar dicas importantes de como comprar um veículo usado com segurança.

1) Não se apresse. Faça uma pesquisa sobre modelos que se encaixam no valor que você terá à disposição

Sabendo o valor que tem disponível para compra à vista ou financiado, é imprescindível uma pesquisa sobre modelos que se encaixam no orçamento.

Pesquise a marca, se o veículo saiu de linha o que torna difícil encontrar peças de reposição caso necessário, verifique a taxa de depreciação do veículo que é um cálculo da vida útil dos automóveis que considera ano de fabricação, quilometragem, estado de conservação, histórico de acidentes e alterações no automóvel.

Consulte a Tabela FIPE que é a referência mais utilizada no mercado brasileiro e serve como base para saber se o preço que estão pedindo em um veículo é adequado. Se encontrar um veículo que esteja com o valor muito abaixo do que está na tabela, suspeite, é possível que o carro esteja sinistrado ou com pendências judiciais.

2) Que tal pesquisar o valor do veículo em outra cidade?

Você sabia que pode valer a pena sair da sua cidade para comprar o carro que você deseja? Então pesquise.

Carros novos em São Paulo, por exemplo, custam em média 5,2% menos, o bom estado de conservação das estradas paulistas também influi na aceitação dos veículos.

Não se esqueça de nunca fazer depósitos antes de conferir se o carro é real e se está em boas condições, só realize o pagamento quando for transferir.

3) Escolheu o veículo de sua preferência, consulte a situação do mesmo

Através da consulta da placa no DETRAN, é possível verificar se o veículo está regular. É nesse momento que pendências como multas, IPVA em atraso e até processos judiciais são verificados.

Vale lembrar que a venda de qualquer bem com restrição judicial sem autorização é fraude processual.

4) Bateu o olho em um veículo e gostou? O  que é importante observar à primeira vista?

A primeira impressão é a que fica, mas mesmo assim não é a mais segura na hora de comprar carros usados.

Atente se há diferença na pintura, observe o alinhamento das portas. Verifique todos os itens de segurança, se o veículo tem chave de rodas, triângulo, se o extintor está dentro do prazo de validade, qual a situação do estepe.

5) Verifique a parte mecânica

Se você tem um mecânico de confiança, peça opinião leve-o junto com você. Verifique nível de óleo, com qual periodicidade é feita a troca e se possível peça o histórico de manutenção do carro.

Há uma vistoria gratuita que atesta a autenticidade do motor, chassi do veículo e equipamentos obrigatórios, o DETRAN sugere que vendedor e comprador entrem em acordo para a realização desta vistoria.

6) Faça um teste no carro antes da compra

Muitas pessoas não fazem test drive antes da compra acreditando que isso só vale na compra de carros novos.

É no teste que você pode avaliar motor e pedais, alterações no freio, nos indicadores do painel, entre outros. Uma volta no carro pode trazer muitas informações sobre o estado do veículo. Se levar o seu mecânico de confiança, com o test drive o parecer dele será ainda mais importante.

7) Opte pela compra em concessionárias ou com conhecidos

A compra em agências de veículos ou concessionárias se apresenta como uma boa opção. Elas dispõem em geral de carros com procedência assegurada, cuja situação já está verificada, em maioria oferecem também garantia de 90 dias após a venda.

Escolhendo comprar direto com o proprietário, o melhor e mais seguro caminho para garantir a procedência do veículo é realizar a compra com alguém conhecido. Pode ser alguém próximo a você ou próximo de alguém que você conheça.

A empolgação pode atrapalhar, tire todas as dúvidas e faça toda a checagem necessária.

Compra realizada, não se esqueça dos procedimentos de transferência. Se houver pendências é preciso quitar. Comunique sobre a venda ao Departamento Estadual de Trânsito de sua cidade, realize a transferência em até 30 dias e desfrute do seu carro usado. 

Nem Financiamento e Nem Consórcio: Veja Como Funciona a Assinatura de Carros

Seguro de Carro com pagamento por assinatura: conheça o Bllu da Porto Seguro