Descubra motos que não precisam de habilitação para dirigir

Veja a seguir quais são as opções de motos sem habilitação que você pode pilotar sem medo!

Muitas pessoas acham que para conduzir qualquer veículo é necessário contar com uma CNH em mãos. Mas, você sabia que existem motos sem habilitação onde você pode pilotar sem correr o risco de levar multas?

Anúncios

As famosas motos cinquentinhas ou 50 cc são as favoritas de pilotos iniciantes. Afinal, elas proporcionam uma visão mais abrangente do que virão a encarar nas estradas. E o melhor, podem ser pilotadas sem necessidade de ter uma habilitação.

Conheça as motos que não precisam de carteira de habilitação e saiba se pilotar sem CNH de alguma maneira ainda é possível:

Qual motos sem habilitação?

As motos cinquentinha ou 50 cilindradas são exemplos de motos em que até pouco tempo atrás não necessitava de habilitação. Alpem delas, as scooters também entram nesse grupo se enquadrando como bicicletas elétricas.

Uma moto 50 cilindradas atinge uma velocidade máxima de 50 km/h e ficou bem famosa entre os anos 70 e 80. De acordo com o próprio CTB – Código Brasileiro de Trânsito, essa característica de baixa velocidade máxima as descaracteriza como motocicletas, caracterizando-as como ciclomotores.

Já uma Scooter é uma versão simplificada das motocicletas que conhecemos. Um exemplo é a Honda U-BE, uma bicicleta elétrica que não ultrapassa os 25 km/h e possuí um máximo de 350 watts de potência.

Receba as Melhores Oportunidades de Leilões diretamente no WhatsApp↴

O que diz a lei sobre motor que não precisam de habilitação

Até pouco tempo atrás, existiam algumas motocicletas que não precisavam de habilitação para serem conduzidas. Mas, depois da alteração na legislação que ocorreu em 1 de junho de 2016, agora, esses modelos necessitam de uma ACC obrigatória. Isto é uma Autorização para Conduzir Ciclomotor. O valor para ter uma ACC é de em média R$ 900.

Com a atualização da norma, o CTB exige que nenhum veículo motorizado com duas ou três rodas que não ultrapasse 50 cc possa ser pilotado sem documento. E também exige que o ciclomotor esteja devidamente emplacado e com a documentação em dia.

Vale destacar ainda que os ciclomotores, além da Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC), também exige que seus pilotos ajam de acordo com as leis de trânsito tal qual os demais pilotos e motoristas das vias.

Ou seja, da mesma forma que para os motociclistas, é preciso utilizar a conduta correta de pilotagem, usar capacetes com óculos ou viseiras de proteção e segurar o guidão sempre com as duas mãos.

Como conseguir a Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC)?

Agora que você sabe quais as motos sem habilitação necessária, mas que exigem autorização deve estar se perguntando como fazer para conseguir a ACC. Pois saiba que não é difícil, mas exige o desembolso de um valor razoável.

Para tirar a ACC vá até um CFC – Centro de Formação de Condutores do seu município e solicite a ACC, pague as taxas e participe das aulas exigidas, além de realizar os testes teóricos, psicológicos e práticos exigidos pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

O processo é bem semelhante ao da CNH e os custos são também bem parecidos, porém os custos da ACC são um pouco menores e o procedimento mais simples.

Para tirar a ACC é necessário ser maior de 18 anos, ser alfabetizado em português brasileiro, possuir documento de identidade com foto atualizado e requisitar o serviço diretamente com o Detran.

Seguindo todos esses procedimentos em pouco tempo você terá sua ACC para pilotar motos sem habilitação e sair pelas ruas com as famosas scooters ou cinquentinhas amadas pelos novos pilotos.

Portanto, agora que você já conhece a norma do CTB e a existência da Autorização para Conduzir Ciclomotor necessária para pilotar motos sem habilitação, fique atento. Se ainda não tem essa autorização, providencie e regularize sua situação par evitar problemas futuros!

leilões de veículos apreendidos

Como funcionam leilões de veículos apreendidos

jogos de carro

Lazer : Confira 5 jogos de carros para passar o tempo