Kit GNV vale a pena? Descubra quanto custa

Veja agora todos os detalhes sobre o Kit GNV e descubra se vale a pena investir nessa solução e quanto ela custa!

Com o aumento da gasolina optar pelo Kit GNV, o Gás Natural Veicular, é visto por muitos como uma boa opção para economizar. Mas será que vale a pena para todos os motoristas e tipos de veículos?

Anúncios

Descubra os valores dos Kit GNV e se é ou não a melhor opção para você!

O que é o Kit GNV?

O GNV é o Gás Natural Veicular, um gás armazenado em cilindros próprios que se localiza no porta-malas do veículo normalmente. Esse Kit GNV alimenta o motor através de sistema alternado.

O Gás Natural Veicular é mais eficiente que os demais combustíveis como gasolina, etanol e diesel. E acaba sendo mais econômico ao proporcionar maior autonomia do veículo, além de poluir bem menos.

Preço

O custo médio do GNV está em tornod e R$ 5 m³. Além disso, para instalar e comprar um Kit GNV atualmente é preciso se preparar para desembolsar cerca de 5 mil reais. E para cada inspeção anual mais ou menos R$ 300.

Ademais, há ainda uma inspeção especial feita de 5 em 5 anos que tem um custo que varia na faixa de R$ 350, o chamado teste hidrostático que avalia a integridade do cilindro.

Vale a pena optar pelo GNV?

O Kit GNV, quando comparado a outras fontes de combustível tende a ser mais vantajosa. Além de ser menos poluente, o kit é mais barato que os demais combustíveis tradicionais.

No entanto, o investimento é válido principalmente quando se leva em consideração a quilometragem anual percorrida, como por exemplo os táxis que chegam a rodar 50 mil km por ano podem economizar até 15 mil, sendo bem vantajoso usar o Kit GNV.

Os vendedores do kit dizem que começa a ser vantajoso para motoristas que rodem pelo menos 25 mil km por ano. Mas é preciso levar em consideração e colocar na balança os valores que implicam na durabilidade dos pneus, molas e amortecedores com o peso adicional.

Além disso, também é preciso analisar outros pontos como a perda de potência do veículo de em média 4%. E o espaço no porta-malas que fica comprometido pelo cilindro, ocupando um terço da capacidade.

Regularização do Kit GNV

Há um número bem alto de carros que não possuem a regularização conforme a Associação nacional dos Organismos de Inspeção. A pesquisa foi feita em 37 postos de GNV de São Paulo e indica que 70% de 3 mil carros que abasteciam não tinham o registro do GNV no Renavam de seus veículos.

Essa checagem deixa de ser feita porque a inspeção avalia os veículos como um todo. E os motoristas temem que haja algo que esteja em pendência podendo ter seu Kit reprovado.

No entanto, é de extrema importância que essa regularização seja feita pois há riscos envolvidos na instalação desses cilindros de gás nos veículos, podendo ocorres explosões ao abastecer na medida que os veículos envelhecem.

Kit GNV 5 geração x Kit GNV 6 geração

Mas, qual o Kit GNV ideal para o meu carro? Bem, existe uma diferença entre as gerações dos KITs GNV que atendem aos diferentes tipos de sistemas de injeção.

Ou seja, o que determina o Kit ideal para o seu veículo é o tipo de injeção utilizado. Os Kits de 5ª geração são usados em sistemas de injeção indireta, enquanto os Kits de 6ª geração são usados em sistemas de injeção direta.

Eles de certa forma são bastante semelhantes, no entanto é preciso optar pelo GNV ideal ao tipo de veículo para que os benefícios gerais oferecidos pelo sistema sejam realmente proporcionados.

Como você pode ver o Kit GNV pode ser vantajoso ou não dependendo de todas essas questões. Então analise os prós e contras e veja se para você investir nessa solução realmente será benefício a longo prazo.

Toro 2022

Toro 2022: Veja todos os detalhes!

turbi aluguel de carros

Turbi Aluguel de Carros: Descubra como funciona