Renault Decreta Fim do Sandero e do Logan

Saiba agora porque a marca francesa decretou o fim do Sandero e Logan!

No início de 2021, houveram boatos de que a Renault decretaria o fim do Sandero e Logan. O que pegou muita gente de surpresa. Mas, ainda em março a Renault anunciou de fato que a dupla estaria fora do próximo investimento de renovação.

Anúncios

Por se tratar de uma notícia recente, muitos fãs dos dois modelos ficaram na dúvida sobre os motivos disso acontecer. Afinal, porque a Renault decidiu não fabricar mais os carros Logan e Sandero?

Acompanhe esse artigo até o final e saiba mais sobre os motivos que levaram a marca tomar essa decisão. Confira!

Entenda porque a Renault decretou o fim do Sandero e Logan

A Renault do Brasil ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assunto. Mas, o que se sabe é que a matriz francesa deu ordem para cancelar a fabricação de modelos menos rentáveis. E, com isso, decretaram o fim do Sandero e Logan.

O cenário ocasionado pela Pandemia levou a montadora a apostar em um novo caminho, os modelos SUVs. Principalmente pelo fato de que estes modelos apresentam muito mais valor agregado.

Com as vendas mais escassas a Renault pretende abandonar os segmentos mais compactos e menos rentáveis.

Um dos modelos confirmados é o Bigster. O novo utilitário esportivo Bigster é maior que a Duster e provavelmente será lançado antes de 2023 na Europa.

A ideia da Renault é estruturar a marca de forma que atinja um preço acima do atual. E, somente depois disso acontecer, voltar a investir em carros de grande volume, caso haja demanda.

O fim do Sandero e Logan no Brasil

A dupla Sandero e Logan é sucesso em vendas no Brasil. Juntos, os modelos hatch e sedã alcançaram mais de 1,26 milhões de carros vendidos entre os anos de 2010 e 2020. No entanto o fim do ciclo dos dois modelos está prestar a acabar conforme decreta a Renault.

O fim do Sandero e Logan está previsto para o final de 2024, quando a dupla sairá de linha no Brasil.

Com o fim do Sandero e Logan quais modelos ainda se manterão no mercado?

Basicamente, alguns modelos permanecerão no mercado e inclusive ganharão algum upgrade nos modelos. São eles:

  • Renault Kwid – O amado Kwid seguirá por um tempo a mais e ainda será reestilizado no início de 2022. O modelo receberá algumas atualizações e sua presença no mercado será reforçada através do lançamento de sua mais nova versão elétrica, E-Tech.
  • Renault Oroch – Também reestilizado no início de 2022 irá receber um novo visual bastante semelhante ao do Duster indiano. Além disso, o veículo da Renault também receberá um motor 1.3 TCe flex com 170 cv, oito marchas e câmbio automático.
  • Renault Duster – A Duster, amada Duster, assim como o Oroch irá receber uma versão com as mesmas opções de mecânica acima.

O início da era Renault SUV

A Renault vem com a ideia do Projeto HJF, um projeto que dará origem a um modelo SUV mais compacto, o B-SUV. A princípio, a proposta é trazer o modelo com valor abaixo do Duster que será baseado na plataforma CMF-B. Além disso, a marca também deseja incluir uma carroceria bem diferente do Dacia Sandero.

As intenções da montadora deixam claro que a ideia é reestruturar a marca e vir com tudo para o mercado dos SUVs. Afinal, este é um mercado que vem se expandindo cada vez.

Além disso, a Renault pretende se reorganizar para melhor se adequar ao novo cenário de pós-Pandemia.

Estamos no aguardo pelas novidades para os próximos anos mesmo tristes pelo fim do Sandero e Logan, já que as propostas futuras parecem interessantes.

Leilão de Carros Apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal

Leilão de Carros Apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal em Santa Rita e Campina Grande

leilão veículos Tokio Marine

Leilão Veículos Tokio Marine: Saiba Como Funciona