O que são Veículos em média monta e como desbloqueá-los

Confira nesse artigo tudo o que precisa saber sobre o que são veículos em média monta e o que fazer para garantir seu desbloqueio!

Anúncios

Alguns termos que são utilizados em contratos de seguros podem gerar dúvidas, como a média monta, por exemplo.  Mas, compreender esses termos é importante para ter uma noção sobre o que abrange os critérios de cobertura do seguro.

Se você tem dúvidas ou não sabe o que é sinistro de média monta, acompanhe esse artigo. E fique por dentro do assunto. Além disso, veja também como tirar média monta do documento e desbloquear veículos nessa situação.

O que é sinistro?

Antes de compreender o são sinistros de média monta, pequena monta ou grande monta e saber como recuperá-los é preciso entender o que é sinistro, de fato. Ou seja, o que o termo significa num contrato de seguro.

No geral, sinistro nada mais é que o termo utilizado para os prejuízos que são causados num veículo e serão cobertos pela seguradora. Desse modo, cada contrato tem suas especificações para que tipos de sinistros cobrem.

O que é sinistros de pequena, média e grande monta?

Agora você conhece o termo “sinistro” e o que ele realmente significa. Então, agora é importante que entenda suas aplicações. Ou seja, o que são sinistros de pequena monta, média monta e grande monta. Entenda a diferença:

  • O que é pequena monta? Dano sofrido ao veículo afetando peças externas ou mecânicas e estruturais que quando substituídos ou recuperados que permita ao veículo voltar a circular sem quaisquer requerimentos de verificação.
  • O que é média monta? Dano sofrido ao veículo afetando peças externas ou mecânicas e estruturais que quando substituídos ou recuperados que permita ao veículo voltar a circular mediante inspeção de segurança veicular e CSV – Certificado de Segurança Veicular.
  • O que é grande monta? Dano sofrido ao veículo afetando peças externas ou mecânicas e estruturais que quando substituídos ou recuperados que tornem o veículo irrecuperável.

Como desbloquear?

Como visto o sinistro nesses casos são danos ao veículo com peças que o impede de circular. Isso até que haja recuperação das peças e obtenção da regularização da situação.

Para que o veículo volte a circular é preciso realizar o desbloqueio junto ao Detran do Estado correspondente ao veículo.

Como regularizar: que documentos apresentar? Confira:

  • Cópia original frente e verso do CRV e do CRLV do veículo.
  • Notas fiscais de reparo.
  • Laudo de vistoria em empresa devidamente credenciada.
  • Laudo original do Inmetro dentro dos prazos de validade estabelecidos.
  • CNH do proprietário do automóvel.
  • CPF e RG do proprietário do automóvel.

Como conseguir o requerimento para desbloqueio de sinistro de média monta?

Para conseguir desbloquear um veículo em situação de sinistro é preciso ter em mãos o requerimento do Detran que registre o veículo para dar entrada no pedido de desbloqueio.

Esse documento se encontra no site do Detran do seu estado disponível para baixar, imprimir e preencher variando em suas especificações de estado para estado.

Deve preencher os documentos com atenção informando com os dados pessoais do proprietário e dados do veículo como Renavam, placa e modelo sem que haja erros.

Além disso, no requerimento há a exigência de informar o motivo do sinistro tendo que especificar o dano de média monta. E o proprietário deve assinar e apresentar ao Detran do estado.

Média monta desvalorização

Pontos que são necessários saber ao adquirir ou regularizar um carro de média monta é que seu preço de mercado será mais abaixo que os demais tendo inclusive, dificuldades de contratações de seguros.

Mesmo em situação de circulação regular constará no documento que já houve um sinistro, ou seja, que o carro é sinistrado, deixando pessoas receosas na hora de revende-lo.

Portanto, agora você já sabe tudo sobre veículos em média monta. E o que fazer para desbloquear seu carro nessa circunstância!

KBB

KBB.com.br: Solução online para consultar preços de mercado

Vardana Leilões

Vardana Leilões: Saiba como participar