Aporte Auto da Caixa: Saiba Como Conseguir Crédito com Seu Carro

Conheça o crédito pessoal da Caixa com o carro como garantia

A Caixa Econômica Federal é o banco mais popular do país e oferece uma gama extensa de programas de financiamento e de empréstimo.

Anúncios

Uma delas é o Aporte Auto, na qual o empréstimo é concedido com o seu veículo como garantia.

Nunca ouviu falar desse modelo de crédito?

Conheça agora todos os detalhes sobre o Aporte Auto da Caixa.

O que é e como funciona o Aporte Auto da Caixa?

O Aporte Auto da Caixa é um empréstimo pessoal concedido exclusivamente para correntistas que possuam um carro completamente quitado.

O serviço funciona da seguinte forma: você é cliente da Caixa, tem um carro próprio pago, está precisando de uma grana para resolver outras questões e não quer se desfazer de nenhum bem para conseguir esse dinheiro.

Receba as Melhores Oportunidades de Leilões diretamente no WhatsApp↴

A Caixa oferece um crédito pessoal de até 70% do valor do veículo e como garantia que você irá pagar o empréstimo, o seu carro é colocado no negócio. Caso a dívida não seja paga, o carro pode ser apreendido.

Olhando a grosso modo, o Aporte Auto da Caixa pode parecer uma furada, mas ele tem lá suas vantagens.

Primeiro: A taxa de juros é pré-fixada e bem menor que as praticadas no mercado.

Segundo: É uma possibilidade de conseguir um valor mais alto de crédito, uma vez que a Caixa concede até 70% do valor do carro. Ou seja, se o veículo custa R$ 60 mil, você pode conseguir até R$ 42 mil reais em crédito.

Terceiro: Você pode quitar o empréstimo em até 48 meses, o pagamento é feito diretamente com débito em conta, além de poder atrasar uma parcela por ano.

Quais as condições para conseguir o crédito Auto Caixa?

Não basta ser correntista na Caixa Econômica Federal e ter um carro quitado, é preciso também cumprir alguns pré-requisitos para ter o crédito analisado pelo banco.

O carro dado como garantia deve ter no máximo 5 anos de fabricação, nesse caso, veículos entre 3 e 5 anos, podem gerar créditos de até 60% do valor do mesmo. Carros com até 2 anos de fabricação podem ter crédito de até 70% do valor do veículo;

Alguns tipos de veículos não são aceitos como garantia, são eles: 

  1. Automóveis que pertencem a pessoa jurídica;
  2. Automóveis negociados por alguém que não seja o proprietário legal;
  3. Automóveis de aluguel;
  4. Motos, vans e semelhantes;
  5. Veículos com restrição no DETRAN, inclusive, infrações e multas em aberto;
  6. E veículos usados, com fabricação superior a 5 anos.

Quais as desvantagens do Aporte Auto da Caixa?

Como você já deve imaginar, a principal desvantagem é a possibilidade de perder seu carro que já foi pago.

Portanto, caso tenha interesse no Aporte Auto, é muito importante fazer uma análise detalhada das condições do negócio, com os valores das parcelas e por quanto tempo terá que pagar. 

Assim você se organiza e reflete se terá condições de arcar com a dívida durante esse período. Caso contrário, se ficar inadimplente, a Caixa poderá solicitar a apreensão do seu carro e ele vai parar naqueles famosos leilões de veículos recuperados de financiamento.

Vender o carro para pagar a dívida com a Caixa também não é uma opção, primeiro porque você vai ficar sem o veículo e certamente não era isso que havia planejado, se não teria vendido o carro e não feito o Aporte Auto

E segundo, porque quando o veículo é dado como garantia a alienação fiduciária você não consegue mais vendê-lo, porque o banco não tem como saber se você realmente irá usar o dinheiro para quitar a dívida ou não, assim é melhor manter o carro como garantia.

O Aporte Auto da Caixa vale a pena?

Essa não é uma resposta simples e tudo depende do seu comportamento financeiro. Quitar um carro novo não é uma tarefa simples, logo a possibilidade de perdê-lo também pode ser assustadora. 

Nesse caso, faça mais de uma simulação de propostas de crédito diferentes e veja qual melhor se encaixa na sua realidade.

Se no final das contas optar pelo Aporte Auto da Caixa, cuide bem da sua saúde financeira e mantenha as parcelas em dia, pois com apenas uma parcela em atraso, apesar de não ser comum, o banco já pode pedir a apreensão do veículo.

Diesel ou Gasolina: Qual o Melhor Combustível para Veículos?

Onde Anunciar Venda de Carros?